Greve na <i>Finnair</i>

O pessoal de cabina da companhia aérea finlandesa está em greve desde dia 30 de Novembro, em protesto contra a alteração das condições de trabalho. Desde então mais de 920 voos foram anulados, afectando 46 700 passageiros, segundo dados da administração.

Os trabalhadores denunciam a tentativa de subverter o sistema de dias de compensação pelas horas trabalhadas nos trajectos de longo curso.

No sábado, 4, as partes sentaram-se à mesa, pela primeira vez desde o início da paralisação. Entretanto, os sindicatos do pessoal de terra ameaçaram juntar-se à greve por solidariedade, caso a administração não chegasse a acordo com o pessoal de bordo. Por cada dia de greve, a empresa regista uma perda entre dois e 2,5 milhões de euros.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: