PC Sudanês pede solidariedade

O Secretariado do Comité Central do Partido Comunista Sudanês apela à solidariedade internacional para com o seu órgão central, o Al-Midan, e a todos os partidos comunistas e operários e forças democráticas para que condenem a perseguição a que tem sido sujeito por parte das autoridades, exijam respeito pela liberdade de expressão, pelos direitos democráticos e liberdades no país.

No passado dia 24 de Abril, a edição do Al-Midan foi confiscada, dando continuidade a anteriores apreensões – cinco durante o mês de Março, 15 no espaço de um ano, e dez por cento do total das edições nos últimos 18 meses, precisou o PC Sudanês na nota assinada pelo seu Secretariado.

Os comunistas sudaneses alertam ainda para o facto do governo de Cartum usar como pretexto para a actual campanha a oposição à guerra lançada contra o recém proclamado Estado do Sudão do Sul, conflito que, acusam, está a ser promovido para esconder os verdadeiros problemas do povo e do país: bancarrota económica, desemprego superior a 50 por cento entre os jovens, corrupção e ausência de serviços públicos básicos de Saúde e Educação.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: