Governo anuncia novo roubo

Vasco Cardoso foi questionado pelos jornalistas acerca das declarações do ministro das Finanças proferidas nesse mesmo dia e que davam conta do prolongamento do roubo nos subsídios até 2018. O dirigente comunista respondeu acusando o Governo de pretender, com mais este prolongamento, roubar mais de 10 mil euros a cada trabalhador da Administração Pública e a cada pensionista.

Para o PCP, esta medida viola a Constituição, pois o que se está a fazer é reduzir as remunerações dos trabalhadores da Administração Pública e dos pensionistas, o que é inconstitucional. Vasco Cardoso acusou ainda o Governo de fazer da mentira um «modo natural de agir», referindo-se à forma como este tem vindo a gerir a informação acerca destes cortes, acrescentando a cada vez uma nova nuance e um novo prolongamento. Segundo o dirigente comunista, o Governo «tem uma dose de veneno para aplicar no País e tem vindo a dosear a forma como esse veneno é introduzido na agenda mediática».

Questionado acerca da disponibilidade manifestada por Vítor Gaspar para recolher contributos dos partidos da oposição relativamente ao Documento de Estratégia Orçamental, Vasco Cardoso lembrou que o PCP está totalmente disponível para políticas de promoção de emprego e combate à recessão. Acontece que a proposta do Governo não é mais do que a continuação da política que «está a conduzir ao desastre».



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: