Israel expulsa palestinianos

As forças de segurança israelitas iniciaram durante a noite de sábado para domingo a evacuação de um acampamento de palestinianos instalados numa zona na Cisjordânia, onde o governo de Israel pretende construir mais um colonato.

A montagem de cerca de 20 tendas foi empreendida na sexta-feira, 11, por um grupo de palestinianos em protesto contra o colonato projectado para a zona baptizada por Israel de E1, já criticado pela comunidade internacional.

Tanto os EUA como a União Europeia notaram que a ocupação israelita corta a continuidade territorial de um futuro Estado Palestiniano, separando-o de Jerusalém.

Organizados pelos Comités de Resistência Popular, os palestinianos instalaram-se no terreno, numa acção inédita que seguiu a táctica dos colonos israelitas que chegam em caravanas para depois construírem urbanizações.

Porém, no sábado à noite, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, em plena campanha eleitoral, ordenou às forças de segurança que expulsassem de imediato os palestinianos do local.

Às 2.30 horas da noite, 500 polícias e militares cercaram o acampamento e desalojaram violentamente cerca de uma centena de activistas.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: