CDU do Porto visita Bairro de S. Tomé
Moradores enganados

Pedro Carvalho, vereador e candidato da CDU à presidência da Câmara do Porto, acompanhado por outros activistas, visitou, no dia 12, o Bairro de S. Tomé, na Freguesia de Paranhos, gerido pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU).

Esta visita foi motivada por queixas que chegaram ao conhecimento da CDU, nomeadamente da realização de reuniões do IHRU com os inquilinos e proprietários de habitações, nas quais os moradores são informados de que a gestão dos condomínios passará a ser obrigatoriamente gerida por empresas privadas, e que estas, além de gerir o bloco, procederão à execução das obras há muito esperadas.

«O argumento que serviu de incentivo aos moradores para a compra da habitação foi que o IGAPHE, actualmente IHRU, continuaria a ser responsável pelas obras de reabilitação no exterior que nunca foram feitas. Agora os moradores que foram incitados à compra da sua casa, actuais proprietários, serão obrigados a pagar as obras e os moradores inquilinos terão a sua renda aumentada», explica a CDU.

Em nota de imprensa, a Coligação dá ainda conta de que há cerca de um ano foi anunciado pelo IHRU a intenção de proceder a um brutal aumento de rendas no parque de habitação social do Estado, que poderá chegar aos 150 por cento. Esta medida pretende atingir um universo composto por 136 bairros com mais de 12 500 fogos a nível nacional. Na cidade do Porto, o IHRU gere oito bairros, que possuem um total de 1362 fogos, com mais de três mil habitantes.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: