PCP em Cuba e na Venezuela
Pela cooperação contra a ingerência

O deputado do PCP ao Parlamento Europeu e membro da Delegação à Assembleia Parlamentar Euro-Latino-America (EUROLAT), João Pimenta Lopes, regressou no passado fim-de-semana de uma dupla visita à América Latina e Caribe.

De 13 a 16 de Julho, o deputado esteve em Caracas, para participar como convidado do governo da Venezuela no «Congreso de la Patria – Capítulo Internacional», onde interveio sobre a crise global do imperialismo e do capitalismo.

Integrou e interveio ainda nas comemorações oficiais dos 200 anos da morte de Francisco Miranda, precursor da independência daquele país.

Durante a estadia encontrou-se com a ministra dos Negócios Estrangeiros Venezuelana, Delcy Rodriguez, e ainda com a ministra do Poder Popular para a Mulher e a Igualdade de Género, Gladys Requena. Teve também encontros com representantes dos principais partidos que suportam o governo venezuelano.

Entre os dias 18 e 22, João Pimenta Lopes integrou-se na delegação do GUE/NGL, que realizou uma visita a Cuba a convite do governo.

O deputado do PCP realizou encontros com representantes dos ministérios dos Negócios Estrangeiros e do Comércio Externo e Investimento Estrangeiro, com deputados da Assembleia Nacional e com dirigentes do Comité Central do Partido Comunista Cubano.

Durante a visita, a delegação do GUE/NGL reuniu-se ainda com dirigentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia-Exército do Povo (FARC-EP), que integram os diálogos para a consolidação do Processo de Paz na Colômbia, processo em que Cuba tem assumido protagonismo internacional como promotor e mediador.

À chegada destas duas importantes visitas, João Pimenta Lopes sublinhou a necessidade e a premência do reforço da solidariedade e cooperação internacionalista, pela paz, pelo respeito da soberania, pelo direito dos povos decidirem dos seus destinos e dos caminhos de desenvolvimento que respondam aos seus anseios e aspirações. Uma solidariedade que passa pela exigência do fim da ingerência externa e das violações à soberania da Venezuela, bem como do fim imediato do Bloqueio Económico dos EUA e da Posição Comum da UE face a Cuba.  



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: