XX Congresso confirma vitalidade
combatividade do PCP

Unidade, confiança e luta

Um colectivo unido, determinado e consciente da exigência das tarefas que tem pela frente esteve reunido no fim-de-semana em Almada, no XX Congresso do Partido Comunista Português. Em três dias de profunda reflexão e debate, os comunistas definiram as orientações políticas para os próximos anos, aprovaram um conjunto de medidas de intervenção e para o reforço de organização, elegeram o Comité Central e estreitaram ainda mais os laços de camaradagem que os unem.



Moções aprovadas no XX Congresso
Luta, solidariedade e revolução

Moções sobre a luta de massas como factor da transformação social, sobre a paz e a solidariedade internacionalista e sobre a Revolução Socialista de Outubro foram aprovadas pelos delegados à assembleia magna do PCP.



Delegações estrangeiras presentes <br>no XX Congresso do PCP

Órgãos do Congresso

Os órgãos do Congresso e a Mesa da Presidência foram aprovados por unanimidade na sessão de abertura dos trabalhos, na sexta-feira de manhã.



Intervenção de abertura de Jerónimo de Sousa
Secretário-geral do PCP

À altura das exigências

Composição do Comité Central eleito<br>no XX Congresso

O Congresso, na sessão reservada aos delegados, a 3 de Dezembro de 2016, elegeu o Comité Central. Participaram na eleição 1131 delegados, sendo o Comité Central eleito por maioria, com quatro votos contra e onze abstenções.
A eleição fez-se por voto secreto, por imposição da antidemocrática «Lei dos Partidos».
Publicamos de seguida os nomes e biografias dos eleitos. A negrito, estão as biografias dos camaradas que não integravam o Comité Central cessante.



Composição<br>dos organismos executivos<br>do Comité Central

O Comité Central eleito no XX Congresso realizou a sua primeira reunião plenária no dia 3 de Dezembro de 2016 e elegeu os organismos executivos, a Comissão Central de Controlo e o Secretário-geral.
A Comissão Política foi eleita por unanimidade e o Secretariado do Comité Central por maioria, com uma abstenção. A Comissão Central de Controlo foi eleita por unanimidade.
O Secretário-geral do Partido, Jerónimo de Sousa (que entendeu não votar na sua própria eleição), foi eleito por unanimidade.



Relatório da Comissão Eleitoral

O Programa do PCP<br>«Uma democracia avançada.<br>Os valores de Abril no futuro<br> de Portugal». O projecto<br>de socialismo para Portugal

O Partido: organizações<br>meios de intervenção<br>e independência<br>política e ideológica

Nova fase da vida política nacional <br>– possibilidades, limites, perspectiva<br>de luta e análise de razões

A luta pela construção da alternativa <br>patriótica e de esquerda

As relações internacionais do PCP.<br>O PCP e o movimento comunista<br>e revolucionário internacional

Sobre as alterações ao projecto<br>de Teses/Resolução Política

Intervenção de Jerónimo de Sousa
no encerramento

Este é o nosso tempo