Avança a luta no Minipreço

Image 23334

Os trabalhadores do Grupo DIA (detentor das marcas Minipreço e Clarel) iniciam amanhã uma série de greves e concentrações, prosseguindo a luta contra a discriminação salarial e o assédio moral, por aumentos salariais e pela dignificação das carreiras do pessoal dos armazéns.

Na lista divulgada esta segunda-feira, dia 7, pelo Sindicato do Comércio, Escritórios e Serviços (CESP/CGTP-IN), começa amanhã uma greve de três dias no armazém em Vialonga (Alverca), estando marcada para as 14h30 uma concentração à porta das instalações.

Para o armazém na Zibreira (Torres Novas), foi convocada greve a partir de dia 16, quarta-feira, com uma concentração no exterior, às 10 horas desse primeiro dia de paralisação.

No dia 18 a luta decorre no armazém em Valongo: greve de dois dias e concentração à porta, pelas 14h30.

Para as lojas e escritórios, foi convocada greve para 16 de Agosto.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: