Centenas de milhares protestam contra desvalorização das pensões
Manifestações massivas em defesa de pensões dignas

ESPANHA Centenas de milhares de pessoas manifestaram-se, dia 17, em cerca de uma centena de localidades de Espanha, para reclamar a recuperação do poder de compra das pensões.

Na capital madrilena, mais de 15 mil pessoas participaram no desfile realizado pela manhã, que coincidiu com uma acção contra a chamada «lei da mordaça». À tarde os pensionistas voltaram a sair à rua, desafiando a chuva e o vento forte que se fazia sentir: «nem a chuva nem o vento detêm este movimento» e «mais pensões menos ladrões» foram algumas das palavras de ordem ouvidas. Ambas as manifestações contaram com o apoio das centrais sindicais CCOO e UGT, tal como aconteceu nas restantes acções realizadas por toda a Espanha.

Em Barcelona, a polícia local contabilizou cerca de 30 mil manifestantes, convocados pela «Marea Pensionista de Catalunha». Registaram-se igualmente importantes protestos nas cidades catalãs como Tarragona, Lleida, Girona, Tortosa, Reus ou Granollers.

O movimento foi amplamente seguido na Andaluzia, com 40 mil manifestantes em Sevilha, 35 mil em Málaga, 20 mil em Granada, dez mil em Almeria, Huelva e Córdova, oito mil Cádis e cinco mil em Jaén.

Também na Galiza foram assinaladas grandes acções, em particular nas cidades de Vigo, Corunha e Santiago.

Porém a maior manifestação teve lugar em Bilbau, País Basco, onde 115 mil pessoas, segundo números da polícia, encheram as ruas durante várias horas.

França

Também em França, dezenas de milhares de reformados saíram à rua, dia 15, para protestar contra o aumento da contribuição social generalizada (CSG) em 1,7 por cento, imposto destinado ao financiamento da protecção social. Este agravamento soma-se ao congelamento das prestações e à consequente perda do poder de compra.

Manifestações e concentrações, convocadas por nove organizações sindicais, tiveram lugar em 161 localidades de 95 departamentos.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: