Arraiolos e Belmonte contra encerramento dos Correios

O Movimento de Utentes dos Serviços Públicos (MUSP) do concelho de Arraiolos promoveu, no dia 12 de Outubro, uma concentração, com mais de 150 pessoas, contra o encerramento da estação dos CTT. Na tribuna, além de José Manuel Pinto, do MUSP, estiveram eleitos locais, entre os quais Sílvia Pinto, presidente da Câmara Municipal (CM) de Arraiolos.

Numa tomada de posição entretanto aprovada, a CM de Arraiolos, de maioria CDU, exige «ao Governo que trave de imediato o processo», bem como «a revogação da concessão do serviço postal nacional, reassumindo o serviço público», entre outras questões.

No distrito de Évora, além de Arraiolos, podem fechar as estações de Viana do Alentejo, Mora, Cabeção e Redondo.

Indignação
Na segunda-feira, 15,
também por iniciativa do MUSP, a população de Belmonte, vila no distrito de Castelo Branco, saiu à rua, apesar da chuva, para manifestar a sua indignação contra o encerramento do posto dos CTT. O protesto contou com a presença de Paula Santos, deputado do PCP na Assembleia da República.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: