Irlandeses na rua

Image 11996

Reagindo à proposta de Orçamento do Estado para 2013, mais de 20 mil pessoas desfilaram, no sábado, 24, nas ruas de Dublin, rejeitando novas medidas de austeridade.

A manifestação foi organizada conjuntamente pelo movimento «Campanha contra os impostos da habitação e da água» e pelo Conselho de Sindicatos de Dublin, cujo presidente, Michael O’Reilly, se congratulou com o êxito da jornada, considerando que a sociedade irlandesa «deu um primeiro passo para obrigar o Governo a reverter a sua política de austeridade», responsável pelo «fracasso económico» e a «catástrofe social».

«Com cada corte na despesa pública e cada euro que é retirado dos bolsos das camadas com pequenos e médios rendimentos, através de novos impostos ou do seu aumento, estamos a cavar mais fundo o buraco para nós próprios», disse ainda O’Reilly.

A marcha foi apoiada pelo Congresso Irlandês dos Sindicatos e teve a participação de membros do Partido Socialista e do Sinn Féin.

O líder do Congresso dos Sindicatos, Eugene McGlone, defendeu a realização de uma greve geral, mas a proposta não recolheu o apoio de vários sindicatos, segundo noticiou a imprensa irlandesa.

Outra manifestação frente ao parlamento de Dublin está marcada para 5 de Dezembro, dia em que será aprovado o Orçamento.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: