O PCP defende um regime especial para os trabalhadores das pedreiras
Jerónimo de Sousa em Penafiel com trabalhadores das pedreiras

AVANÇOS O Secretário-geral do PCP, acompanhado de dirigentes locais e regionais do Partido, esteve esta terça-feira, 12 de Fevereiro, em Penafiel, a contactar com trabalhadores das pedreiras.

A luta dos trabalhadores e a intervenção e propostas do PCP, nomeadamente no último Orçamento do Estado, permitiram que se tenham registado avanços nos direitos dos trabalhadores das pedreiras, cujo labor é particularmente penoso. Especial importância teve o alargamento do regime especial de acesso às pensões de invalidez e velhice dos mineiros de fundo da mina aos trabalhadores das pedreiras e das lavarias de minério.

O facto de esta medida estar ainda por regulamentar levou a que o Secretário-geral do Partido questionasse o primeiro-ministro no último debate quinzenal na Assembleia da República.

Sem prejuízo da valorização dos avanços alcançados, o PCP levou a votação parlamentar uma proposta com vista a eliminar o factor de sustentabilidade nas pensões atribuídas aos trabalhadores das pedreiras e aos mineiros. A proposta do PCP, constituindo uma nova oportunidade para reduzir a idade de acesso à reforma para estes trabalhadores – três meses por cada seis de trabalho prestado – não foi viabilizada por PS, PSD e CDS.

Na visita à pedreira M. Barbosa, Jerónimo de Sousa falou com os trabalhadores e lembrou que, em 2001, ele próprio esteve em Penafiel numa sessão sobre este assunto e, posteriormente, o apresentou na AR. Na altura, recordou, o PCP «ficou a falar sozinho», mas não desistiu.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: