Correcção

O texto que o Avante! publicou na edição passada sobre as propostas do Partido na área fiscal contém duas incorrecções, ambas envolvendo o sentido de voto do CDS-PP (embora em nada altere o essencial, a oposição deste partido a essas propostas). Ao contrário do que é afirmado no artigo, o CDS-PP não se absteve na votação do projecto-lei 302/XI, que previa o fim dos benefícios fiscais para a banca e grupos económicos com lucros superiores a 50 milhões de euros – votou contra. O mesmo CDS-PP não votou contra outro dos projectos apresentados – o 304/XI (que previa a revogação dos benefícios fiscais a Fundos e Planos Poupança Reforma) – mas absteve-se. Aos leitores, as nossas desculpas.  



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: