Acordo com luta em Sines

«Fruto da sua unidade e luta determinada», os trabalhadores do sector da Limpeza Pública, Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos e Jardins da Câmara Municipal de Sines conseguiram «uma escala horária, definida ao trimestre, que passa a anual em 2020, com rotatividade», anunciou o STAL/CGTP-IN.

O sindicato assinala que ficaram garantidos «todos os direitos inerentes», nomeadamente: trabalho de segunda a sexta-feira, dois dias consecutivos de descanso semanal, subsídio de turno no serviço de RSU (no valor de 15 por cento do salário-base).

Estas e outras medidas entraram em vigor no corrente mês de Outubro.

A notícia foi dada dia 3, no sítio do STAL na Internet, referindo um comunicado da Comissão Sindical da CM Sines. Depois de lembrar «um prolongado processo de luta», as reivindicações ficaram consagradas num acordo assinado a 27 de Setembro.

Ao fim de anos em que «nunca souberam o que que era ter um fim-de-semana regularmente ou um horário regulado que permitisse conciliar a sua vida profissional com a pessoal e familiar», os trabalhadores paralisaram para realizar um plenário e decidiram realizar dois dias de greve. Nessa altura, «a autarquia acedeu finalmente a discutir e satisfazer as principais exigências».

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: